No palco, os profissionais vencedores do 3º Prêmio João Saldanha de Jornalismo Esportivo. Ao microfone, o jornalista Rafael Marques, da Rádio Globo.

No palco, os profissionais vencedores do 3º Prêmio João Saldanha de Jornalismo Esportivo. Ao microfone, o jornalista Rafael Marques, da Rádio Globo.

Com a reportagem “Viva Nélson, o Rodrigues”, a repórter Manuela Franceschini, do Sportv, conquistou o Grande Prêmio João Saldanha de Jornalismo Esportivo de 2013 promovida pela Associação dos Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro (Acerj), premiou os melhores trabalhos jornalísticos de 2012.. A festa de gala aconteceu no salão nobre da sede do Botafogo F.R., no bairro homônimo.

 

O programa Momento Esportivo, da Super Rádio Brasil — 940 AM, ganhou pela segunda vez consecutiva e este ano em dose dupla. Desta vez, a matéria “Ricardo Gomes: um ano depois”, elaborada e produzida pelo repórter Gustavo Penna, ficou em primeiro lugar na categoria Rádio; e a reportagem “Racismo no Esporte”, do repórter Rafael Araújo, também da equipe do programa, ficou em segundo lugar. 

A comissão julgadora, composta pelos jornalistas João Máximo, José Ilan, Márcio Tavares, Marcos Penido, Péris Ribeiro, Rafael Marques e Eraldo Leite, entregou os prêmios aos vencedores dos trabalhos jornalísticos ou editoriais, dentre os quais foram selecionados os três melhores de cada um das seis categorias: rádio, jornal, TV, site, literatura e interior.

 

Conheça os vencedores de cada categoria:

INTERIOR

1º OURO: Do futebol direto para a igreja – Leonardo Barros e Kiko Charret (Jornal O São Gonçalo)

2º) PRATA: Crônica: Eternos vilões – José Roberto Padilha (Entre-Rios Jornal)

3º) BRONZE: O Leão da coroa ainda resiste – Wesley Machado (O Diário – Campos)

JORNAL

1º) OURO: Série: Os negócios de Ricardo Teixeira – Sérgio Rangel (Folha de São Paulo)

2º) PRATA: Série: Na raiz do Futebol – Raphael Zarko e Marjoriê Cristine (Jogo Extra)

3º) BRONZE: Série: Centenário Fla x Flu – Bruno Braga, Rodrigo Lois e Thiago Bokel (Lance!)

LITERATURA

1º) OURO: Nunca houve um homem como Heleno – Marcos Eduardo Neves

2º) PRATA: Valdo, o artilheiro – Valterson Botelho

3º) BRONZE: Escravos do jogo – Marlos Bittencourt

RÁDIO

1º) OURO: Ricardo Gomes: um ano depois – Gustavo Penna (Rádio Brasil)

2º) PRATA: Racismo no esporte – Rafael Araujo (Rádio Brasil)

3º) BRONZE: O lado light do Abelão – André Luiz (Rádio Globo)

SITE

1º) OURO: Ronaldinho Gaúcho e o início do fim – Guto Seabra, Marlucci Martins, Diogo Dantas e Marjoriê Cristine (Extra-on-line)

2º) PRATA: Encontre os Super-Humanos / Perfis dos jogos Paralímpicos – Cahê Mota (Globoesporte.com)

3º) BRONZE: Racismo contra a judoca brasileira Rafaela Silva nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 – Ary Cunha e Luiz Ernesto Magalhães (Globo-on-line),

TELEVISÃO

1º) OURO: Viva Nelson, o Rodrigues – Manuela Franceschini (Sportv)

2º) PRATA: Duas paixões Brasileiras: Música e Futebol – Rogério Bastos Medeiros (TV Brasil)

3º) BRONZE: Série “Dez Anos do Penta” – Sidney Garambone (TV Globo)

GRANDE PRÊMIO JOÃO SALDANHA:
Viva Nelson, o Rodrigues – Manuela Franceschini (Sportv)